FOTO: ARQUIVO 

Depois de 22 dias de sofrimento com a falta de água, finalmente, nesta quinta-feira (11), a Prefeitura Municipal de Várzea Nova resolveu o conserto da bomba do sistema de abastecimento do distrito de Tabua.   

Foram dias a fio de  lata d'água na cabeça e muitos transtornos para os moradores.

Nesse período, sem o fornecimento de água pela Prefeitura, os moradores da Tabua tiveram que pagar  caro pelo “precioso líquido”. Por exemplo, três mil litros de água estavam sendo vendidos a 50 reais, um valor muito alto, principalmente, para as famílias mais carentes.

Durante o tempo em que o sistema de abastecimento de água ficou parado, vários moradores da Tabua ligaram para as rádios, em especial nas emissoras de Jacobina, cobrando providências da admiração municipal.

“Nunca havíamos passado por um sofrimento como esse, porque todos os prefeitos davam  apoio ao responsável pelos sistemas de abastecimento do município, para que as comunidades não ficassem tanto tempo sem água. Sinceramente, não sei o que está acontecendo com essa administração”, afirma o vereador Raimundo Ferreira, representante do distrito da Tabua na Câmara Municipal.