A polícia intensificou as buscas para tentar localizar a menor Lara Raissa Alves, de 13 anos, que desapareceu, na noite da última quarta-feira (14/11), no bairro Jacobina III.

Vera Lúcia, a mãe de menor desaparecida, está desesperada com o sumiço da filha. “Estou  sem comer, não consigo mais dormir, os três irmãozinhos dela também estão muito tristes, chorando, chamando pela irmã. Oh Raissa, pelo amor de Deus, onde você e com quem estiver, por favor, me dê notícias!", apela mãe desesperada.

Lara Raissa despareceu na noite de quarta-feira,  por volta da meia noite, após chegar de uma festa na companhia de uma amiga. Na oportunidade, a mãe foi reclamar porque a filha havia chegado muito tarde, a menor não gostou e saiu correndo pelas suas do bairro. De lá pra cá, não deu mais notícias.

Nos últimos dias, muitas informações desencontradas têm chegado ao conhecimento da mãe, mas, sem confirmação efetiva do paradeiro da menor.  “Dissera que ela estaria na casa de uma “sapatona” no distrito de Lages do Batata, mas ainda não sei se essa informação é verdadeira. Mas, quem tiver com a minha filha, por favor, pede para ela vim para casa.  Eu amo a minha filha”, afirma a mãe aos prantos.

Crime de Pedofilia - a pedofilia é comumente conceituada como o abuso sexual de crianças e adolescentes, ensejando inúmeros crimes previstos tanto no Estado de Criança e do Adolescente (ECA), quanto no Código Penal(CP).

Assim, temos no CP os crimes contra a dignidade sexual, possuindo capítulo específico acerca dos crimes sexuais contra vulneráveis: art. 217-A do CP – estupro de vulnerável; art. 218 do CP – mediação de menor de 14 anos para satisfazer a lascívia de outrem; art. 218-A do CP – satisfação da lascívia mediante a presença de menor de 14 anos; 218-B do CP – favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual de criança, adolescente ou vulnerável. O ECA também trata de crimes envolvendo a pedofilia: art. 240 do ECA – utilização de criança ou adolescente em cena de sexo explícito ou pornográfica.

Caso seja confirmado o aliciamento dessa menor para a prática de sexo,  essas pessoas poderão responder por crime de estupro de vulnerável, no qual, para quem tiver relações sexuais com menores de 14 anos, a penalidade é de 8 a 15 anos de reclusão.

Quem souber alguma informação que leve ao paradeiro de Lara Raissa, fazer contato com sua mãe, Dona Vera, no fone (74) 9 8102-4310,  ligar gratuitamente para a Polícia Militar no 190, Polícia Civil no 197, Polícia Federal no 194, Polícia Rodoviária Federal no 191 e Guarda Civil Municipal no 153. 


Agua quadrado