As principais lideranças do PSDB da Bahia alinharam o discurso interno na construção da chapa que conduzirá o deputado federal João Gualberto para mais um mandato a frente do partido no estado, contudo, o racha nacional também reflete na realidade local. Para o deputado estadual, Adolfo Viana, o artigo escrito por Fernando Henrique Cardoso deve nortear os tucanos e é preciso construir a unidade no ninho tucano. 

"Nosso eterno presidente tem razão. O PSDB é um partido muito grande e é natural que haja divergências, mas elas precisam ser discutidas e resolvidas internamente para que nós possamos chegar unidos nas eleições de 2018. O PSDB tem um projeto para o país e vamos defendê-lo".

Adolfo defende no intramuros a saída do partido da governo Michel Temer, no entanto, acredita que é preciso focar nos problemas atuais e agudos do estado da Bahia. "O governo Rui Costa está fazendo um trabalho temeroso na Segurança Pública. Como deputado estadual estou focado nos problemas da Bahia e eles não são poucos".

O parlamentar afirma tambem que em 2018 o PSDB vai marchar o prefeito de Salvador na eleição para governador e não esconde que apoia o nome do deputado federal Jutahy Magalhães para compor a chapa em uma das vagas para o Senado. Adolfo será candidato a deputado federal.(ASCOM)